Terras da Beira CEBSE
Edição de 16-04-2015
Última Hora

Novo administrador da ULS diz que o cargo não é um “tacho” mas um «desafio»
Sucedem-se os concursos para contratação de médicos que ficam desertos. Depois de Pneumologia e de Neurologia, ficou a saber-se na semana passada que também não houve especialistas em Medicina Física e de Reabilitação interessados em vir para a Guarda e também para a Covilhã. A nova administração da ULS está a fazer contactos personalizados a que chama de «caça cabeças» para tentar atrair médicos. À sua chegada à ULS o novo presidente diz ainda ter encontrado profissionais desmotivados, mas uns cuidados primários «organizados e estruturados».

Guarda fica com a sede da Sede da Águas de Lisboa e Vale do Tejo (que congrega a AZC) fica na Guarda
O Governo concluíu na semana passada a reforma do sector das águas, que passa por «um fortíssimo emagrecimento» do grupo Águas de Portugal, agregando 19 empresas regionais em cinco entidades e reduzindo custos em 2700 milhões de euros. Decidiu ainda que a sede da Águas de Lisboa e Vale do Tejo, que agrega a Águas do Zêzere e Côa e outros sete sistemas multimunicipais de abastecimento de água e saneamento, vai ficar na Guarda. Em conferência de impresa no final da reunião do Conselho de Ministros, o ministro do Ambiente, Jorge Moreira da Silva, afirmou que «as tarifas vão convergir no prazo de cinco anos» até se chegar «à tarifa única entre Interior e Litoral, os cidadãos do Interior Norte verão reduzida a sua tarifa mensal em três euros, de imediato, e os do Litoral Norte terão um agravamento gradual ao longo destes cinco anos de trinta cêntimos anuais».

DRCC vai deixar de assegurar guardaria da Sé da Guarda
A guardaria da Sé é um dos assuntos que irá ser discutido entre Celeste Amaro e D. Manuel Felício numa reunião agendada para amanhã. Do encontro entre a directora regional de Cultura do Centro e o Bispo da Guarda deverá sair a solução para o futuro da catedral uma vez que o funcionário afecto àquele organismo vai deixar de exercer as funções que lhes estiveram incumbidas durante longos anos.

Vigilância do Parque TIR da Plataforma Logística vai ficar mais cara do que o previsto
A vigilância do Parque TIR da Plataforma Logística da Guarda vai ficar mais cara do que estava inicialmente previsto. Em Janeiro deste ano, a Câmara Municipal aprovou a contratação de serviços externos para a segurança daquele espaço pelo valor de 62.400 euros acrescido de IVA, mas viria a concluir que «o caderno de encargos do procedimento contratual não estava em consonância com o “Regulamento de Funcionamento do Parque” e, por isso, teve de reformular a proposta, aumentando o valor para 69.500 euros, a que acresce o IVA.

Director geral da Saúde dá início às Jornadas sobre Tecnologia e Saúde

Bombeiros da Guarda não participam nas comemorações do 25 de Abril
Por estarem descontentes com a verba atribuída pela Câmara da Guarda, os bombeiros voluntários não deverão participar no içar da bandeira das comemorações do 25 de Abril. A informação foi dada, na passada Segunda-feira, pelo presidente da Câmara, Álvaro Amaro, que afirmou ter ficado «surpreendido» com a tomada de posição das três corporações de bombeiros do concelho (Guarda, Famalicão da Serra e Gonçalo) dada a conhecer num comunicado publicado na imprensa regional.

SC Sabugal empata na Meda Vilanovenses despede treinador

 


Destaques

Aprovada atribuição do nome de “Manuel Cerdeira” a uma rua da Guarda

Guarda assinala Dia Internacional dos Monumentos e Sítios


Inquérito

Acha que a Rua do Comércio, na Guarda, deve reabrir ao trânsito?
Sim
Não
É-me indiferente

 

Topo

© Terras da Beira - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt. Email do Terras da Beira: tb@domdigital.pt.

Produzido por ardina.com